domingo, 20 de dezembro de 2015

Palavras cuspidas

Brinco de ser poeta,
Mas poesia não sei fazer.
Alias nem sei como me abastecer
Se poeta eu não consigo ser.
Na verdade eu odeio poesia,
Mas ultimamente venho sofrendo de asfixia.
E encontro nesses versos
Uma maneira de sentir o universo.
Sempre com muitas perguntas e poucas respostas.
Fazendo dessas estrofes um jogo de apostas.
Procurando na filosofia,
Alguma forma de sintonia.
Escutando corações,
E sempre deixando reflexões.
E constantemente pergunto sem muita inspiração;
Sabes a diferença entre amor e paixão?




Musica tema:



Nenhum comentário:

Postar um comentário