sexta-feira, 16 de novembro de 2012

A Síndrome de 16 de Novembro


No cérebro as sinapses te fritam os lóbulos, milhares de sinais elétricos chegando de vários lugares, te fazendo enxergar, ouvir, cheirar, sentir e saborear. Puras ilusões, fantasias perplexas de um intelecto diferente do normal. Apenas ignore, por que quanto mais feliz você é mais ignorante você se torna.

Com quatro semanas de gestação, um embrião humano possui a calda de um réptil. Mostrando que não podemos negar nossa biologia. Não mudamos nossos costumes! Eu podia mapear seus genes, sequenciar suas regiões codificantes e verificar o comportamento de suas proteínas. Mas os resultados eu já sei.

É como fazer um drink. Pegue uma garrafa de duvidas e incógnitas e misture com medos e confusão. Colaca dois dedos de insônia e interrogações, chacoalhe bastante e por fim uma pitada de mistérios e segredos. Pronto! Quando tudo isso fervilhar, a reação emite um fóton, e o copo fica piscando. Não é um caso de gostar ou tolerar, esse só é mais um jeito. O seu jeito. Mesmo que esteja completando 22 anos hoje ou 72 daqui a cinquenta anos, esse copo é você. Este é seu drink!  

Não nos despedimos quando foi embora, em algum pedaço da curva soltei sua mão e não percebi. Parti com uma promessa de talvez, em algum dia, voltar e ver como as coisas ficaram. Porém o sentido da vida é 5’ pra 3’. É sempre pra frente!  Mas você sempre com um monstro invisível na cabeça arrasando tudo o que é de praxe. Uma brilhante ideia de uma cabeça nervosa grafitando outro muro de raiva. Um espelho invertido com dois reflexos brigando para coexistirem.

Um enigmático espelho que até os seus segredos possuem segredos.  Mas como em todo espelho, ele reflete a imagem que precisa por hora, não a que precise continuamente. Lembrando que o copo é surpreendentemente brilhante, culpa do fóton que emite uma luz muito forte tornando impossível ver o que tem dentro.  O lance do espelho e do fóton é ignorar.

Já posso ver a reação em cadeia. As reações químicas que criam uma emoção projetada especificamente para dominar a lógica. E a razão, uma emoção que te faz recusar uma verdade simples e obvia. A ignorância é uma dádiva. Quanto menos você saber mais feliz se torna!
Feliz aniversario!

Nenhum comentário:

Postar um comentário