domingo, 5 de fevereiro de 2012

Ligar os pontos


 Acho que durante os tempos da escola todos nos já fizemos um exercício de ligar os pontos, e ver a imagem se formando aos poucos diante de nossos olhos. Era tão bobo que as vezes mesmo sem liga-los dava pra saber o que era o desenho. Mas mesmo assim você os ligava só para ter certeza, e no final sempre dizíamos, "sabia".


Parando para pensar agora, a forma como nossas vidas vai mudando no decorrer da caminhada pode ser um jogo de ligue os pontos. Algumas coisas são tão obvias que você não as enxerga, e muita das vezes esta embaixo de nossos narizes. E tudo se resume a ligar os fatos ocorridos para se enxergar um pouco adiante.

Mas e quando se liga os pontos antes deles existirem? Cria-se "N" situações sem mesmo existir? Às vezes ligar os pontos irrita, principalmente quando não se tem pontos para ligar, e a sua cabeça te da os possíveis pontos de ocorrência, e sem ver você esta jogando novamente.

Talvez isso aconteça quando estamos longe de onde queremos estar. Talvez seja uma ilusão criada pela distancia, ou a falta que alguém nos faz. Não sei, mas eu gostava mais desse jogo quando ele não saia do papel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário